De onde veio a campanha do Novembro Azul?

Qual a origem da campanha do novembro azul?

Navegue por tópicos:

Embora a evolução tecnológica tenha permitido o desenvolvimento da cirurgia robótica para tratamento eficaz do câncer de próstata, é preciso ressaltar que a chance de cura é adequada se o tumor é identificado em sua fase inicial. 

Devemos ressaltar que o câncer de próstata é uma das principais causas de morte entre homens, provocando óbito em 1 entre 36 homens que apresentam a doença. E, em grande parte, esses números decorrem do fato de muitos pacientes serem diagnosticados quando o câncer está em fase avançada. 

Muitas vidas poderiam ter sido salvas se o tumor tivesse sido encontrado precocemente. 

É necessário, portanto, alertar a população masculina sobre o câncer de próstata e a importância de realizar consulta com o urologista de modo a permitir diagnóstico precoce da doença. 

A campanha Novembro Azul

A Campanha Novembro Azul surgiu para conscientizar a população masculina sobre o câncer de próstata, no ano de 1999 na Austrália, quando um grupo de amigos decidiram deixar o bigode crescer, a fim de chamar atenção para a saúde masculina. O grupo realizava ações e o que arrecadava, era doado às instituições de caridade.

Com o sucesso do movimento, em 2004 foi criada a Movember Foundation Charity, sendo Movember a junção de Moustache (bigode) e November (novembro). Na campanha é também pregado o No Shave November, que em tradução literal significa Novembro Sem Barbear. Por isso, o bigode, juntamente com a cor azul ficou conhecido como símbolo da campanha.

Novembro Azul no Brasil

No Brasil, a Campanha Novembro Azul foi trazida pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). A cada ano o movimento de conscientização ganha mais adeptos e o preconceito com o exame de toque, que sempre foi alvo de aversão pelo sexo masculino, diminui.

Assim, durante todo o mês de novembro, a SBU divulga ações sobre a importância das consultas de rotina para realizar os exames de saúde urológicos pelo menos uma vez ao ano e a relevância do exame de toque retal, ainda essencial para o diagnóstico do tumor de próstata. 

Recomendações da Sociedade Brasileira de Urologia

É recomendado que homens a partir dos 40, 45 ou 50 anos façam os exames de toque retal e PSA anualmente.

A idade inicial para esse rastreamento deve levar em consideração fatores de risco como antecedentes familiar da doença e etnia.

Por isso, se você precisa iniciar o rastreamento do câncer de próstata, agende uma consulta conosco.

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos