Novembro Azul – como apoiar familiares com câncer de próstata?

como apoiar familiares com cancer de prostata - novembro azul

Navegue por tópicos:

Embora a evolução tecnológica tenha permitido o desenvolvimento da cirurgia robótica para tratamento eficaz do câncer de próstata, é preciso ressaltar que o diagnóstico de uma doença maligna tem repercussões emocionais negativas importantes para o paciente.  O tratamento adequado do câncer de próstata envolve outros aspectos além da retirada do tumor, como a saúde mental do pacienteEm razão disso, a campanha Novembro Azul tem como intuito não só conscientizar a população sobre a saúde masculina, mas também enfatizar a importância do apoio familiar e de amigos para o paciente com câncer de próstata.

Na Clínica Takano reconhecemos a importância da saúde mental do paciente e o papel essencial do suporte familiar para se alcançar isso e gostaríamos de dar algumas dicas para que os familiares possam acolher adequadamente os pacientes com câncer de próstata.

Em primeiro lugar, apoiar não é fazer pelo outro

Há uma grande diferença entre apoio emocional e fazer tudo pelo paciente. Embora esse gesto possa ter boa intenção, acaba tirando a autonomia e a independência do paciente.

Ainda que o paciente tenha uma doença que necessita de grande atenção, ele ainda deve manter sua autonomia, participar ativamente da higiene pessoal e das tarefas domésticas que não envolvam esforço intenso. 

Isso permite ao doente sentir-se ativo como membro da família. 

Compreensão e paciência durante o tratamento para câncer de próstata

A convalescença pós-operatória ou mesmo os efeitos deletérios da radioterapia e terapia de privação hormonal podem ter um grande impacto físico e emocional. 

É bastante comum o paciente apresentar regressão com mecanismo de defesa inconsciente e desenvolver comportamentos infantilizados ou mesmo agressivos.

Entendemos que não é fácil lidar com isso, mas pedimos aos familiares que tenham paciência e empatia. Trata-se de situação de grande fragilidade e medo para o doente. 

Ajuda nas finanças

Em muitos cenários, os familiares e amigos acabam auxiliando a custear o tratamento, visto que muitos pacientes não têm plano de saúde. 

Mas se você não tem condições financeiras para ajudar, sua contribuição pode acontecer de outro modo, por exemplo, na administração das contas da casa. 

Então, coloque-se à disposição para criar planilhas, organizar as contas com pagamento em aberto, agendar os pagamentos no banco, etc. 

Consultas com a equipe médica

Acompanhar o paciente na visita ao urologista também é uma forma de colaborar. Aliás, é um dos melhores modos. Isso permite ao paciente sentir-se mais seguro e melhora a absorção de informações. 

O mesmo vale para as sessões de rádio ou quimioterapia.

Busque você também o suporte emocional 

Mas é preciso lembrar que os familiares do paciente também sofrem e precisam de suporte emocional

Noites mal dormidas no hospital, auxiliar o paciente e lidar com agressividade do doente podem fragilizar os familiares, impedindo-os de oferecer apoio emocional ao outro. 

Portanto, se você está no grupo familiar de um paciente com câncer de próstata, não se prive de buscar ajuda para si. Isso não significa deixar de ajudar o paciente. Para que possa dar apoio emocional ao doente, é preciso que o familiar esteja bem. 

A Clínica Takano de Urologia apoia a campanha Novembro Azul. Faça sua consulta de rotina pelo menos uma vez ao ano e não deixe de lado os exames que podem salvar sua vida! 

Marque uma consulta com o Dr. Luiz Takano!

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos