Zika Vírus pode ser capaz de reduzir 50% da proliferação das células cancerígenas

Pesquisa aponta zika virus inibe células cancerígenas

Navegue por tópicos:

No combate ao câncer de próstata, os cientistas parecem ter ganhado um forte aliado contra as células cancerígenas. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Campinas (Unicamp) testou o vírus Zika para o tratamento do tumor prostático com resultados promissores. 

Veja um pouco mais sobre essa pesquisa com o Zika vírus neste artigo do Dr. Luiz Takano – Especialista em Urologia Minimamente Invasiva!

Durante a epidemia de infecção pelo vírus Zika notou-se que gestantes que contraiam a doença, davam à luz crianças com microcefalia, uma má formação do cérebro. Pesquisadores passaram a investigar de que maneira isso ocorria e descobriram que o vírus é capaz de infectar e destruir as células do cérebro em formação no feto. 

Um grupo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) liderado pelo professor Rodrigo Ramos Catharino, começou, então, a testar a ação do vírus sobre células de tumores no cérebro e descobriu que o Zika era capaz de destruí-las. 

Com a progressão da epidemia, descobriu-se que o vírus poderia ser transmitido pelo sexo e identificaram a presença desse agente no sêmen e na próstata. 

O professor Rodrigo Ramos Catharino passou a pesquisar se haveria alguma atuação do vírus Zika em células de câncer de próstata. 

Resultados sobre a pesquisa do Zika Vírus no tratamento de células cancerígenas

O vírus foi aquecido a uma temperatura de 56º C durante uma hora, com o intuito de inibir o potencial de causar infecção. O passo seguinte foi colocar uma cultura de células de câncer de próstata em contato com o Zika inativado e, após 24-48 horas, comparar com outro grupo de células tumorais. 

O resultado foi surpreendente, a linhagem que ficou em contato com o vírus inativado apresentou um crescimento de células cancerígenas 50% menor. 

É preciso ressaltar que se trata de pesquisa em fase inicial e podem ser necessários anos até que se desenvolva uma nova forma de tratamento para o tumor. 

Números sobre o câncer de próstata no Brasil

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais afeta os brasileiros, com média de 14 mil óbitos por ano. 

Quando diagnosticado em fase inicial, a doença tem grande chance de cura. Por isso, especialistas em urologia defendem que consultas de rotina para homens com mais de 40-45 anos, para realização de Exame do Toque Retal e o Exame de PSA

Se você quer garantir seu acompanhamento periódico com um especialista ou foi diagnosticado com câncer de próstata e precisa de tratamento, agende sua consulta com o Dr. Luiz Takano hoje mesmo!

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos