Nem toda pedra no rim precisa de tratamento com cirurgia

Tratamento de pedra no rim

Navegue por tópicos:

As pedras nos rins ou cálculos renais são formados quando substâncias na urina se juntam e  formam pequenos cristais, que vão aumentando de tamanho até formar a pedra no rim

Quando a pedra no rim se desloca e alcançam o ureter, canal que liga o rim à bexiga, causam obstrução da drenagem de urina, que se acumula, levando a dilatação desses órgãos e é essa dilatação que provoca uma dor muito forte nas costas, conhecida como cólica renal. Acredita-se que 20% da população brasileira tenha pedras nos rins. 

Dores de pedra no rim são comuns entre os homens brasileiros

Embora existam cirurgias minimamente invasivas, como a cirurgia de pedra nos rins a laser, para tratamento dessa doença, nem sempre é preciso operar as pedras. 

Saiba mais neste artigo da Clínica Takano

Todos os cálculos precisam de tratamento com cirurgia?

Como explicamos acima, a cólica renal ocorre quando as pedras impedem a passagem de urina no ureter. Mas nem sempre é necessário fazer cirurgia para retirar as pedras

Quando o cálculo tem até 1cm de tamanho e o paciente não tem dor sem controle, alteração de funcionamento dos rins e suspeita de infecção urinária associada, podemos utilizar uma família de medicamentos para facilitar a eliminação dos cálculos, os alfabloqueadores. 

Essas medicações foram, na verdade, desenvolvidas para reduzir a compressão que a próstata provoca na uretra, canal que liga a bexiga ao meio externo. Com o passar tempo, porém, descobriu-se que também facilitam a eliminação de cálculos impactados no ureter.  

Como funciona a cirurgia de pedra nos rins a laser?

Quando o paciente, no entanto, tem cálculos muito grandes ou quando a pedra provoca dor de difícil controle, alteração de função renal ou há infecção urinária associada, é necessário fazer cirurgia. 

Embora existam diferentes técnicas cirúrgicas, a  cirurgia a laser para tratar pedras nos rins, conhecida também como ureterorrenolitotripsia flexível a laser, é a mais utilizada, por ser minimamente invasiva e bastante eficaz. 

Cuidados para evitar a formação das pedras nos rins

O procedimento utiliza uma câmera flexível muito fina que permite chegar até os rins, destruir as pedras com laser e retirar os fragmentos, sem cortes. 

Qual o melhor tratamento?

O melhor tratamento pode variar de acordo com as características do cálculo e do quadro clínico. O médico urologista deve avaliar esses aspectos e definir  o tipo de tratamento ideal para cada paciente. 

Para fazer sua consulta e saber qual o tratamento de pedra nos rim indicado a você, agende um horário  para atendimento na Clínica Takano!

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos