Início » Câncer de Próstata » Impactos da cirurgia robótica na medicina

Impactos da cirurgia robótica na medicina

A cirurgia robótica é o futuro da medicina

Nos dias atuais, podemos afirmar que a cirurgia robótica é um dos procedimentos mais modernos e seguros na medicina. O cirurgião, com auxílio de robôs que utilizam instrumentos de alta tecnologia, consegue enxergar melhor os órgãos a serem tratados e executar movimentos mais precisos e delicados durante a operação.

Embora seja bastante utilizada para realizar o tratamento de câncer de próstata, cirurgia robótica também pode ser empregada para remoção de tumores de rim e bexiga e mesmo para tratamento de aumento benigno da próstata. 

Benefícios da robótica na medicina 

O cirurgião, que permanece dentro da sala cirúrgica, utiliza um console, uma espécie de cabine de comando, que permite controle de câmera e pinças robóticas, que embora estejam conectados aos braços do robô, são controlados pelo médico. 

Por meio desse console, o cirurgião consegue visualizar a área a ser operada com ajuda de imagens de alta qualidade e em 3D, o que permite noção de profundidade.

Além disso a amplitude e precisão de movimento que as pinças robóticas permitem são muito superiores àquelas da cirurgia aberta e laparoscópica pura. 

Isso significa cirurgia robótica permite maior qualidade técnica, o que significa menor sangramento, menor tempo de internação, menor dor pós-operatória, menor tempo de recuperação. 

A cirurgia robótica e o futuro da medicina

Já se passaram quase 20 anos desde o uso de robôs da Vinci na sala de cirurgia. Durante esse tempo, muito progresso foi feito na integração de tecnologias robóticas com instrumentação cirúrgica.

Enquanto a cirurgia tradicional aberta não utiliza quase nenhuma tecnologia avançada e a laparoscopia possui limitações importantes em termos de qualidade de visão e precisão de movimentos.

A cirurgia robótica vem evoluindo constantemente, permitindo aprimoramento da qualidade de visão do campo cirúrgico, amplitude de movimentos das pinças cirúrgicos robóticas, incorporação de imagens de ultrassom à visão do cirurgião, uso de fluorescência, entre outros. 

Atualmente tem-se pesquisado a aplicação de realidade aumentada a visão do cirurgião de modo sobrepor, à visão do cirurgião, imagens obtidas de ressonância magnética realizadas antes da cirurgia, o que permite identificação mais precisa do tumor e demais estruturas anatômicas. 

Além disso, há estudos relacionados ao aprimoramento da imagem do ultrassom de modo a permitir avaliação “microscópica” de órgãos e incorporação desse recurso ao robô. 

Finalmente, muitos pesquisadores têm investigado a possibilidade de controle dos movimentos do robô por pensamento!

Sim, tudo isso parece ficção científica. Mas a velocidade do avanço tecnológica é tão grande, que as fronteiras entre a ficção e realidade tem-se tornado cada vez mais tênues.

Por todos esses motivos, as cirurgias robóticas são procedimentos cada vez mais escolhidos por pacientes para tratamento de diversos doenças, sobretudo para a cirurgia robótica para câncer de próstata.

Se você deseja saber mais se o seu caso é o mais indicado para cirurgia robótica, marque uma consulta hoje mesmo! Você poderá tirar suas dúvidas com um dos melhores especialistas no procedimento!

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos