É possível manter a fertilidade após o tratamento de câncer de próstata

Fertilidade após cirurgia câncer de próstata

Navegue por tópicos:

Embora seja um procedimento seguro e minimamente invasivo, a cirurgia robótica para tratamento de câncer de próstata provoca infertilidade, um problema que preocupa os homens

Contudo, ainda que a reprodução não possa ocorrer de forma natural, existem diversas formas de tratamento pós-cirúrgico para a infertilidade. Saiba mais sobre esse assunto!

Por que a fertilidade pode ser comprometida após a cirurgia robótica?

A próstata e as vesículas seminais são as estruturas responsáveis pela produção do líquido que forma o sêmen (esperma), cuja função é lançar os espermatozoides no útero da parceira, garantir que sobrevivam e que tenham um meio para se locomover e alcançar o óvulo. 

Durante a prostatectomia robótica, tanto a próstata quanto as vesículas seminais são removidas. Logo, após a cirurgia, embora o paciente possa manter ereção e alcançar o orgasmo, a ejaculação se torna impossível e os espermatozoides não podem alcançar o útero da parceira.

Uma alternativa para o tratamento cirúrgico do câncer de próstata, a radioterapia também pode prejudicar a fertilidade, pois a irradiação nas células da próstata e nas vesículas seminais também compromete a produção do sêmen, que deixa de transportar adequadamente os espermatozoides. 

Quimioterapia pós cirurgia robótica: como o tratamento afeta a fertilidade masculina

A quimioterapia é um tipo de tratamento reservado para casos em que as demais formas de tratamento falharam. Trata-se de modalidade mais agressiva que utiliza medicamentos para destruir células cancerosas. Essas drogas, porém, afetam outras células do organismo, sobretudo aquelas que se multiplicam rapidamente, comprometendo a atividade das células germinativas que produzem os  espermatozoides. 

Opções de tratamento para fertilidade 

Os homens que ainda planejam ter filhos após a cirurgia robótica de câncer de próstata têm algumas opções de tratamento para isso. A principal delas é buscar o suporte do banco de esperma, para congelar sêmen

O material, coletado por meio de masturbação, é congelado com nitrogênio líquido e pode ser armazenado por muitos anos. O paciente pode solicitar posteriormente descongelamento do material para inseminação intrauterina ou mesmo fertilização in vitro. 

Extração de espermatozoides do testículo

Extrair espermatozoides diretamente dos testículos pode ser outra opção. Por meio de técnicas cirúrgicas utilizando, pode-se obter amostras de tecido dos testículos, que podem conter espermatozoides. 

Cada espermatozoide é, então, inserido em um óvulo da parceira por meio de técnicas microscópicas, levando a formação de um embrião, que pode ser congelado para uso futuro ou implantado no útero da parceira.

É possível a reversão da infertilidade?

Após o início do tratamento para o câncer na próstata, não é possível prever em que grau a fertilidade masculina será afetada. 

No entanto, a reversão da infertilidade ainda pode ser conseguida por meio  de tratamentos recomendados de inseminação intrauterina ou fertilização in vitro.  

É preciso ressaltar que o tratamento de reversão deve avaliar o desejo do casal, e não apenas o homem. 

Recomendamos sempre conversar com um médico urologista para que, em conjunto, possam definir as opções de tratamento para fertilidade disponíveis e mais adequadas à realidade de cada paciente.  

Esperamos que este artigo tenha ajudado a sanar algumas dúvidas e preocupações. Para mais detalhes, agende uma consulta com o especialista em urologia, Dr. Luiz Takano!

Dr. Luiz Takano <meta name="author" content="Doutor Luiz Takano, Médico Urologista. CRM 119.898">

Dr. Luiz Takano

Urologista – CRM 119.898
Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia.
Formação em Cirurgia Urológica Robótica na Johns Hopkins School of Medicine.

Agende sua consulta

Outros Artigos